COMO MONTAR UMA LOJA VIRTUAL

Como montar sua Loja VirtualOutro dia acordei com uma vontade louca de criar uma Loja Virtual. Um amigo me falou que a gente poderia ganhar muito dinheiro com isso, sem fazer muito esforço. É só criar o site, cadastrar alguns produtos para vender e publicar na Internet, e milhares de pedidos começam a chegar.

Bem, se fosse apenas isso, eu nem precisaria escrever esse artigo. Mas engana-se quem tem esse pensamento. O mais interessante é que não são apenas pessoas que pensam assim, até grandes empresas entram nessa onda e acabam se dando mal, tendo que fechar a operação por falta de planejamento.

Antes de mais nada, vamos ver que para iniciar seu projeto é preciso muito Planejamento, elaborar um bom Plano de Negócios. Porque sem planejamento e sem meta você não vai a lugar nenhum. Também é importante que nessa fase você monte uma boa infraestrutura e a mantenha com expectativas no crescimento do seu negócio. Tenha alvos bem definidos para o futuro.

Você precisa pesquisar, pesquisar e pesquisar muito. Pesquisar o melhor nicho de mercado, qual o melhor produto para você comercializar e para quem vender. Precisa definir o seu melhor domínio para este projeto e registra-lo. Você precisa definir também o quanto quer faturar. Nosso objetivo aqui é sobre o negócio, nem vamos falar da parte legal, da constituição da empresa que também é outro ponto importante que trataremos em outro momento..

Compras na Loja VirtualBom, se você já passou por todos os passos que mencionamos acima, agora sim veremos alguns pontos importantes na criação da sua Loja Virtual, para que você tenha sucesso no seu projeto:

1-Plataforma: Existem vários modelos de plataformas, as gratuitas, as pagas e as de código aberto. A escolha vai depender do seu tipo de negócio. Muitas vezes é melhor começar pequeno, para depois ir crescendo, mas isso também vai depender muito do seu projeto e das suas expectativas de retorno.

Depois do planejamento esse é um dos pontos mais importantes. É preciso que você faça uma boa escolha, levando em conta segurança, funcionalidades, compatibilidade com os principais navegadores, checkout de fácil acesso aos clientes, upgrades da plataforma, facilidade de integração com outras tecnologias, com ERP se for o seu caso, uma plataforma que atenda às suas principais necessidades a curto, médio e longo prazo, e que tenha um bom canal suporte. Porque é essa plataforma que vai apresentar na vitrine os seus produtos para seus futuros clientes.

2-Pagamentos e Segurança: Os meios de pagamentos também são outro ponto muito importante. Verifique os meios de pagamentos oferecido pela plataforma, se atende ou não as suas necessidades. Você pode escolher usar o próprio gateway da plataforma ou dependendo do negócio um intermediador de pagamento. Se você escolher uma boa plataforma eu recomendo que você use os meios oferecido pela mesma.

Outro fator importante nesse processo, que você deve levar em conta são as preferências do consumidor. Segundo pesquisas realizadas, hoje a preferência dos consumidores são o uso de cartões de crédito e também o Boleto bancário. Claro que quanto mais formas de pagamento a Loja Virtual oferecer, as chances de conversão serão maiores.

Pagamento no EcommerceOutro ponto importante nos meios de pagamentos, que não podemos deixar de elencar, é o Anti-Fraude, é um serviço que não pode faltar, para que você tenha maior segurança nos pagamentos realizados e credibilidade perante seus clientes. O SSL (serviço de certificado digital) também é importante para proteção dos dados dos seus clientes.

3-Logistica e Frete: (não esquecer da Logística reversa) A entrega é um fator muito importante em todo processo de um e-commerce. Se você tem uma boa loja, bons produtos, bom checkout, segurança, mas se não tiver uma boa entrega, você esta em apuros, o seu negócio não terá muitas chances de crescimento. Porque digo isso, porque segundo pesquisas, a operação de entrega (Picking e Packing), separação, conferência dos pedidos e empacotamento, é mais ou menos 60% do seu e-commerce. Você pode escolher entre contratar um bom serviço de Logística, que por sinal o mercado oferece bons serviços desse tipo. Mas se você preferir, pode montar o seu próprio CD e fazer toda a gestão da Logística. Mas não esqueça é preciso Planejamento, Investimento e uma ótima Gestão.

Mas não esqueça do Frete, do transporte, quem vai entregar. Você pode escolher os correios que em princípio atendem a maioria das regiões do País. Mas também você pode escolher Transportadoras especificas, que tenham experiência com e-commerce. Eventualmente você pode comprar frete e fazer promoções pontuais de Frete grátis. Mas não esqueça que não existe frete totalmente grátis.

Um ponto importante que você não pode esquecer de dar a máxima atenção na sua Loja Virtual é a Logística Reversa, que nada mais é que o processo inverso das Logística, as devoluções. Você deve planejar a coleta de um produto, para efetuar a troca por outro, ou a devolução do mesmo. Com isso você estará ganhando credibilidade dos seus clientes, e isso nos dias de hoje se propaga muito rapidamente. Claro você vai ter um custo para isso, mas é importante que também faça parte no seu planejamento inicial.

4-Marketing Digital: Como você vai vender seus produtos? Como você vai divulgar a sua Loja Virtual? Não basta criar toda uma estrutura e fazer o Go Live, e ficar esperando que os clientes achem a sua loja. Dependendo do seu nicho de mercado, existem vários concorrentes que já estão no mercado a mais tempo, e que fazem constantemente várias ações especificas de marketing.

Até aqui vimos vários pontos importantes para que uma Loja Virtual tenha sucesso, mas nada disso vai adiantar se você não tiver também um bom Planejamento de Marketing Digital, criar ações especificas para o seu público-alvo. Como aquele velho ditado que diz, que a propaganda é a alma do negócio, você vai precisar divulgar o seu negócio, para que tenha uma ótima conversão. Duas dicas importantes, são os Anúncios Online (ADWords ou Face ADS) e E-mail Marketing. Independente da sua preferência de estratégia, uma coisa é certa, você precisa anunciar e divulgar sua Loja Virtual em todo o tempo.

Como parte do Marketing Digital, você também não pode esquecer da mobilidade, porque hoje o Google está dando preferência no ranking de pesquisa para os sites que contemplem a mobilidade, sites que sejam voltados para dispositivos móveis.

5-Backoffice: É a retaguarda de toda a sua operação, é a parte interna, que o cliente não vê. Abrange desde o gerenciamento dos seus pedidos até a sua Logística. Não basta apenas ter um bom processo de conversão na sua Loja Virtual, você precisa também de uma boa gestão de todo o processo, do gerenciamento dos produtos, cliente, emissão e controle dos pedidos, emissão da Nota Fiscal Eletrônica e integração com o estoque, contabilidade e financeiro. Para gerenciar todo esse processo você precisará também de um bom Sistema de Gestão, um bom ERP (Enterprise Resource Planning, Sistema de Integração de Gestão Empresarial) para Integração com sua Loja Virtual. Existem vários sistemas no mercado voltados para esse processo, e também os Sistemas Online, que facilitam muito todo esse gerenciamento. Por isso é de suma importância que você tenha além de um ótimo processo de vendas, uma ótima conversão, mas também um ótimo processo de entrega, e que receba, processe e entregue seus pedidos no menor tempo possível. Por isso é importante que você tenha também um Sistema de Gestão muito eficiente.

O Seu BackOffice deve funcionar como uma orquestra, tudo sincronizado, afinado e integrado. A integração com a plataforma é parte fundamental em toda a sua operação. Somente desta forma você poderá ter um crescimento e expansão tranquila com uma ótima receita e rentabilidade. Investir na sua retaguarda é tão importante como o Investimento em Marketing e publicidade no seu e-commerce.

6- Canais de Atendimento: Como parte da legislação do e-commerce, você deve ter pelo menos um canal de atendimento ao seu consumidor. Se você tiver um bom atendimento ao seu consumidor, é lógico que o resultado desse processo redundará em credibilidade no seu negócio. Portanto esse é um investimento muito importante. Vou destacar aqui alguns meios importantes de comunicação que você poderá usar no seu e-commerce.

Canais de Atendimento E-commerce– E-mail, Telefone, Redes Sociais, Formulário de Contato, FAQ (Lista de Perguntas já respondidas) e Chat. Esse último é funciona muito bem, pois em um momento você pode resolver vários problemas e esclarecendo as dúvidas do seu consumidor, levando-o a ficar satisfeito, e cliente ou lead satisfeito é um cliente em potencial.

Conheço uma empresa de e-commerce, um ótimo player, que tem em torno de 2000 funcionários em toda a sua equipe. Sendo que desse total, mais ou menos 500 funcionários estão locados no atendimento ao consumidor.

7- Monitoramento:

Após seguir todos os passos necessários para criar sua Loja Virtual, você precisa monitorar a sua Loja, o trabalho não para por aí, isso é apenas o início. Agora que você já está vendendo é que você precisa de um gerenciamento e monitoramento e mensurar seu negócio. Você precisar descobrir o que está e o que não está funcionando, e o que precisa ser melhorado. Vou deixar aqui algumas dicas, métricas necessárias para o bom andamento do seu e-commerce:

– Taxa de Conversão: Determina a eficiência da sua operação, se está sendo viável. A Taxa de conversão no e-commerce é o resultado campanhas realizadas, de metas estabelecida e efetivadas.

Mas como você pode calcular a sua Taxa de Conversão? É simples, veja a fórmula a seguir:

Taxa de Conversão = Número de Vendas / Total de Visitas

A Taxa de Conversão é considerada um dos principais indicadores de desempenho no e-commerce e quando associada ao Ticket Médio da loja nos dá uma boa ideia sobre a evolução do negócio. Por isso essa métrica deve ser acompanhada de perto e avaliada com muito cuidado. (Alberto Valle)

 – Tiquete Médio: O Valor total dos Pedidos realizados dividido pelo total de pedidos.

 – Google Analytic: É um serviço gratuito. Uma das Ferramentas mais usadas na atualidade, bem completa. Pode analisar as atividades, o tráfego da sua Loja, o comportamento de seus clientes, visitantes novos e antigos, origem geográfica de tráfego, resultados de campanhas de Marketing Digital e o Funil de Conversão, que é o caminho percorrido pelos visitantes até completar um determinado processo de compra na sua Loja Virtual.

 – Para usar esta ferramenta você precisa se cadastrar e logo o Google fornecerá um código em uma linha de comando (tag), que deverá ser inserida no sistema da sua Loja Virtual.

Exemplo do código: “UA-99999999-8”.

Link para cadastro: https://www.google.com.br/analytics/

Bom, agora que você já tem as principais dicas para criação e planejamento da sua Loja Virtual, é só colocar em prática. Estamos prontos para lhe ajudar no seu projeto, basta entrar em contato conosco fornecendo suas necessidades e lhe enviaremos um orçamento.

Jorge Caratti – Consultoria em Marketing Digital e E-commerce

One Comment:

  1. Pingback: Ciclo MPE.net sobre e-commerce promovido pela Camara-e.net em Porto Alegre/RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *